Ficha Técnica: IMBUIA

Nome Científico: Ocotea porosa (Nees ex. Mart.) Barroso

Família: Lauraceae

Nome Comercial BRASIL: imbuia.

Origem: O material lenhoso para os estudos tecnológicos foi obtido no norte do Estado do Paraná.

Habitat: Moderadamente pesada( densidade 0.65 g/cm3 ), dura, de cor muito variada, superfície irregularmente lustrosa e lisa, medianamente resistente, de grande durabilidade mesmo em obras expostas.

Características Morfológicas: Altura de 15-20 m, com tronco de 50-150 cm de diâmetro.Folhas finamente coriáceas, glabas, de 6-10 cm de comprimento por 1,5-2,0 cm de largura.

Características Gerais: Cerne: extremamente variável, do pardo-amarelado ao pardo-acastanhado e do pardo-escura-acastanhado ao pardo-havana-claro; madeira moderadamente pesada e dura ao corte.
Grã: direita à revessa
Textura: média
Cheiro: característico, superfície irregular lustrosa, geralmente apresenta veios ou estrias paralelas  
Gosto: um tanto amargo e adstringente.

Secagem: Madeira moderadamente pesada e dura ao corte, cerme extremamente variável, do pardo-amarelado ao pardo-acastanhado e do pardo-escura-acastanhado ao pardo-havana-claro, grã direita à revessa, textura média, cheiro característico, superfície irregular lustrosa, geralmente apresenta veios ou estrias paralelas, gosto um tanto amargo e adstringente.

Durabilidade: A madeira de IMBUIA, segunda observações práticas a respeito de sua utilização é considerada resistente ao ataque de organismos xilófagos.

Preservação: A madeira de IMBUIA, em ensaios de laboratório, quando submetida a tratamento sob pressão, demonstrou ser impermeável às soluções preservantes.

Usos: A madeira de IMBUIA por ser moderadamente pesada, de cor agradável e propriedades mecânicas médias, pode ser usada para móveis de luxo, folhas faqueadas decorativas, acabamentos internos, tábuas e tacos para assoalhos, marcos de portas venezianas, vigas caibros, ripas, entalhe, coronhas de armas de fogo, esquadrias peças torneadas e instrumentos musicais.

Usos interessantes: A árvore é bastante ornamental e pode ser usada com sucesso no paisagismo em geral.Seus frutos são avidamente procurados por várias espécies de pássaros, sendo presença obrigatória nos plantios mistos de áreas de preservação permanente.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *