Ah, o feriado

Aproveitei o feriado da semana passada para retorna a Visconde de Mauá. Quando fui para lá da outra vez ainda não tinha me enveredado pelo mundo da marcenaria, então essa viagem foi feita com outros olhos. A grande “aventura” dessa viagem foi a subida até o Pico da Pedra Selada a 1755m de altura, Trilha de dificuldade média (média, sei). A subida foi “hard” para quem estava 3 meses sem fazer atividades físicas, demorou as duas as duas horas prometidas. Como subi um pouco tarde, não deu para diminuir o ritmo, senão garanto que teria subido numas 3 horas pelo … Continue lendo

Trabalhando nas molduras

Essa semana trabalhei nas molduras, quarta passei seladora nas três molduras, sempre 3 demãos. Os cantos da moldura são em ângulo (45º) e com isso na hora de passar a seladora, tive que ter bastante cuidado para não ficar marcas nos cantos. Quinta fiz a massa para colocar nos buracos quer ficaram onde “pinamos” as molduras, e aquele processo demorado de acertar o tom da massa com o tom da madeira, apesar que dessa vez foi mais fácil de chegar no tom aproximado. Tive que esperar a massa secar um pouco para depois passar uma lixa 220 na peça toda … Continue lendo

Bandeja para bordar

Aproveitando as férias, passei a terça em Itaquá com a família e curtindo o Pedroca o dia todo. Também terminei a prateleria dos santos do Seu Newton que estava faltando, aquela que o Zé Orelha comeu uma mas peças, pois bem, cortei uma nova peça na semana passada e finalizei a prateleita. Também tinha uma moldura para colocar os puxadores e transformá-la em bandeja para Dona Vera poder bordar, depois das duas tarefas pude passar o resto do dia com o Pedro. Continue lendo

Carrinho tomando forma

Quinta e Sexta trabalhei no entalhe do carrinho, estou aproveitando as férias para adiantar algumas aulas, assim posso aproveitar as noites para outros compromissos. Ainda não defini como ficará o acabamento dos entalhes, vamos ver as possbilidades que o Piero me dará. Mas até que do jeito que está hoje fica legal, é uma opção manter mais rústico. Continue lendo

Roupa de gala?

Não, as gravatinhas são para travar as duas peças que formam o trocador! Hoje comecei cortando as peças de imbuia para fazer as gravatinhas, para isso usei a serra de fita e depois lixa 60 para tirar as rebarbas. Depois hora de posicionar as gravatinhas no trocador para ter uma idéia de irá ficar. Escolhidas as posições, é a vez de marcar com lápis as posições para iniciar o entalhe. Consegui entalhar o lugar para incrustar duas gravatinhas, e já deixei metade a última bem encaminhada. Continue lendo

Começando o trocador

Ontem comecei a fazer o trocador, ainda tinha uma prancha de freijó que comprei a mais caso fizesse alguma besteira no projeto do berço. Como não cometi nenhum erro, nenhum relevante heheh, sobrou 2,50m de madeira. Como de praxe, primeiro cortar a a prancha em peça já nos tamanhos que irei utilizar. Depois passar na desempenadeira as peças já cortadas, e por último, no desengrosso. Feito isso, hora de fazer a canaleta nas duas partes e colocar a alma para unir as peças que montarão o trocador. Continue lendo

Hora de descanso

Para o berço, eu continuo com as mãos na obra! Sábado fui visitar o dono do berço e aproveitei o domingo para terminar o berço. Isso mesmo TERMINAR O BERÇO!!! Realmente o berço foi terminado, agora basta montar. Levei todas as peças e finalizei os trabalhos. Primeiro foi a hora de passar a lixa nas cabeceiras, pois a seladora estava um pouco grossa, e com isso quando você passava a mão não dava a impressão que estava lisinho. Segunda etapa, lixar as molduras da grade, pois elas estava um pouco machucadas devidos ao transporte daqui prá e de lá pra … Continue lendo