Olha quem está de volta!

Finalmente atualizando o blog… As férias renderam viu, mas esse será o tema de um outro post, com fotos de coisas legais de marcenaria, arquitetura e design, mas vamos ao que interessa…. O “Bar do Bikudo” – retomado o projeto, e essa semana foi a semana dos ajustes. Com “X” colocado em seu devido lugar apareceram umas frestas indesejadas, tudo bem que só eu sabia onde estavam, mas elas estavam me incomodando. Conclusão, cortar um pedacinho de freijó e começar a colocar aqui e ali para fechar todas as frestas. E antes de colocar o fundo no bar tive que… Continue lendo

Voltando a ativa

Vou ter muito trabalho até o final do ano, afinal foram duas semanas fora (sensacionais por sinal) que terei que recuperar. A meta é terminar a parte de baixo do “Bar do Bikudo” antes que cheguem as férias da marcenaria. O projeto está bem adiantado e essa semana já comecei a folhear o móvel, mas vamos retroceder um pouco e contar o que fiz antes, o martírio dos trilhos?!?! Como tinha previsto, realmente deu muito trabalho acertar as portas no trilho. Encaixar foi fácil, o difícil foi fazer com que as portas deslizassem, sem ficar emperrando, só pra isso foram… Continue lendo

Onde estamos???

Esta difícil atualizar o blog e acabo me perdendo na linha do tempo de como anda o “Bar do Bikudo”. No capitulo passado…. heheheh Tinha terminado os entalhes para embutir os “Chapéus de Napoleão”, pois é, de lá para cá já passei seladora nas molduras e cortei as almofadas das portas, e também passei seladora nas almofadas. Bem, as últimas atualizações são com relação aos trilhos das portas. Já cortei os trilhos nos devidos tamanhos e fiz os furos para fixá-los no móvel, fixei apenas um trilho da parte de baixo e comecei a fixar o primeiro de cima, mas… Continue lendo

Trabalhando nas portas

Semana passada o trabalho foi pesado, isso porque foquei apenas nas portas. Primeiro trabalho foi pinar as molduras para não ter perigo delas desmontarem. Portas “pínadas”, foi a vez de tirar os cantos das peças verticais que atrapalhariam a porta deslizar nos trilhos. Como os trilhos foram feitos nas peças horizontais, no momento que colei a peças verticais invadiram os trilhos, mas nada que serrote, formão, macete e lima não resolvessem. Continuando, agora a parte que deu mais trabalho, entalhar o buraco onde vão encaixados os “chapéus de Napoleão”. Lembrando que ele tem três alturas as serem embutidas na porta.… Continue lendo

Deslisando

Assim que devem funcionar as portas do bar. Já comecei a trabalhar nelas e depois do processo com a prancha bruta – desempenadeira e desengrosso – cortei as peças para fazer as molduras das portas. Os cantos das molduras das portas sserão em ângulo de 45º e em freijó maciço. Serão duas portas de correr na parte de baixo, uma sobrepondo a outra. Para as peças que ficarão na parte inferior e superior, antes de fazer o corte em ângulo, já fiz as canaletas onde encaixarão os trilhos. Deixei as portas montadas e os próximos passos serão lixar, fazer o rebaixo… Continue lendo

Voltando para maciça

Terminei a parte de baixo do bar que fiz com compensado e agora volto para o freijó maciço para fazer a moldura da porta.  Sempre aprendendo novas técnicas, e nesse novo projeto farei as portas de correr. O sistema que escolhi é o mais tradicional, que é o Napoleão e comprei tudo em latão para durar mais, os trilhos também. Quero ver qual será o resultado do tom amarelado do latão com o freijó depois que passar a seladora. Semana passada coloquei o fundo, e depois passei massa plástica para acertar as irregularidades do bar. Ainda falta lixar para retirar… Continue lendo

Semana da seladora

Fiquei apenas na parte de acabamento interno do bar. Já tinha passado três demãos de seladora na parte interna, prateleiras e fundo, então passei uma lixa fina (220) para quebrar um pouco a seladora e passei novamente a seladora para ficar bem lisinho. Para semana que vem estou prevendo a montagem das molduras das portas, definir o mecanismos das portas. Para isso tenho que dar um pulo na Paes Lemes para ver os mecanismos e compra as pranchas de Freijó que usarei para fazer as molduras. Continue lendo

Agora é colocar na parede

Terminei as molduras das caricaturas, agora basta colocar na parede. Estava faltando apenas cortar as baguetinhas para fixar a chapa de metal na moldura, como tinha uma sobra de muiracatiara já tomando ideal, só precisei cortar no comprimento que precisava. O problema é que esqueci de levar as chapas, então acabei fixando tudo em casa mesmo! Continue lendo

Hora da soja

Para deixar as molduras das caricaturas com o mesmo acabamento da bacada da cozinha tive que “fritar” as molduras. Não sei se vocês lembram como foi feito o acabamento, quem não lembrar pode ver aqui, ou continuar lendo. O processo foi, primeiro esquentar uma água e passar com um pano para “arrepiar” a madeira, depois uma lixa fina para deixar a moldura lisa dinovo. Depois foi a vez de esquentar o óleo de soja até o ponto de fervura, e com o mesmo pano, mas do outro lado, passei o óleo ainda quente. Para a moldura dos quadrilhos eu passei… Continue lendo