Que rufem os tambores!!!

Domingo foi dia de montar o berço! Agora já posso responder a fatídica pergunta: “Cadê o berço?”. Cadê? Olha ele ai. Domingo fui pra Itaquá montá-lo, o cheiro da seladora já tinha passado, então passei um pano em todas peças, para tirar o pó e algumas rebarbas de cola  que ficaram. Depois coloquei tudo no quarto do Pedro e comecei a montar. Primeiro os apoios do estrado, depois as grades. Como as grades são pouco pesadas e é preciso segurar na posição para poder aparafusar, pedi ajuda pro titio César ajudar. Depois e suar um pouco para montar, trouxe uns … Continue lendo

Começando o trocador

Ontem comecei a fazer o trocador, ainda tinha uma prancha de freijó que comprei a mais caso fizesse alguma besteira no projeto do berço. Como não cometi nenhum erro, nenhum relevante heheh, sobrou 2,50m de madeira. Como de praxe, primeiro cortar a a prancha em peça já nos tamanhos que irei utilizar. Depois passar na desempenadeira as peças já cortadas, e por último, no desengrosso. Feito isso, hora de fazer a canaleta nas duas partes e colocar a alma para unir as peças que montarão o trocador.

Arquibancadas

Como não estava com a ferragem para iniciar o trocador do Pedro, resolvi tirar o dia para fazer umas prateleiras (arquibancada) para as imagens de santos do Seu Newton! Afinal, ele já estava pressionando para que eu fizesse, e antes que ele inventasse de colocar qualquer madeirinha nas prateleiras dele, resolvi fazer. A idéia é bem simples, seria como uma arquibancada para que ele possa colocar três fileiras de imagens, uma atrás de outra, sem que as imagens das fileiras de trás ficassem escondidas. Ele tem algumas prateleiras, mas resolvi fazer para as 6 que ficam no meio da parede, … Continue lendo

Hora de descanso

Para o berço, eu continuo com as mãos na obra! Sábado fui visitar o dono do berço e aproveitei o domingo para terminar o berço. Isso mesmo TERMINAR O BERÇO!!! Realmente o berço foi terminado, agora basta montar. Levei todas as peças e finalizei os trabalhos. Primeiro foi a hora de passar a lixa nas cabeceiras, pois a seladora estava um pouco grossa, e com isso quando você passava a mão não dava a impressão que estava lisinho. Segunda etapa, lixar as molduras da grade, pois elas estava um pouco machucadas devidos ao transporte daqui prá e de lá pra … Continue lendo

Revestindo

Ontem fiz o revestimento da lateral do estrado com as folhas de freijó, e para essa tarefa usei cola de contato. O cheio é forte mesmo, mas como era pouca a quantidade utilizada, deu para trabalhar tranquilo. Mas fico imaginando revestir aqueles armários com 6 portas… ehehehe Primeiro passei a cola na folha de freijó, não precisa aplica muita quantidade, o negócio é apenas espalhar um pouco. Depois foi a vez de passar uma lixa nas laterais, apenas para retirar algumas rebarbas, prendi o estrado na bancada e apliquei a cola nas duas laterais. Agora vem o processo de espera, … Continue lendo

Trabalhando no estrado

Quarta foi dia de trabalhar no estrado que havia cortado na semana passada. Como de praxe: Lixas 60, 180 e 220. Depois são três demãos de seladora, lixa novamente com a 220 e depois mais 3 demãos de seladora. Não deu tempo de fazer tudo isso em duas horas né! Mas lixar e passar as primeiras demãos de seladora foram. Não precisei me atentar muito as laterais do estrado, pois elas serão revestidas com folhas de freijó, afinal as laterais do estrado ficaram a vista enquanto o estrado não estiver na última altura dos apoios, só lembrando que são três … Continue lendo