Retomando as atividades 2014

Bem, vamos retomar as atividades do blog depois de já retomar as atividades da marcenaria. O blog está em defasagem, então vamos colocar os projetos em dia.

 
Já fazia um tempo que não mexia com o torno e queria fazer um macete pra mim, então uni o útil ao agradável.

 
Lá em Itaquá tem vários moirões que são do tempo que meu avô tinha olaria e resolvi pegar um pedaço para fazer meu macete.


Nem fazia a ideia de que madeira são esses moirões, levei para o Piero dar uma olhada e a aposta maior é em ipê preto.

Voltando ao macete, peguei o pedaço que cortei, passei no desengrosso e depois na serra de bancada para tirar uma seção retangular. Depois de analisar as rachaduras da madeira, vimos que era possível colocá-la no torno sem correr perigo dela estourar.

A madeira é bem escura e o macete ficou show!!!! Esqueci de fazer uma foto com o acabamento….

Adicionar a favoritos link permanente.

4 Comments

  1. Boa noite Marcos,
    recentemente me tornei seguidor em seu Blog com o intuito de trocar informações de interesses recíprocos. Em meus sonhos de marceneiro, nas horas vagas e FDS, prevalece a vontade de dominar essa técnica maravilhosa que é trabalhar a madeira em um torno (ainda não possuo).
    Imagino a dificuldade que deve ter sido tornear essa madeira de alta densidade. Já utilizei-a em folheados na Marchetaria, dura que nem só, para cortes com estiletes (necessário o dobro de passagem em relação a qualquer outro folheado). A ferramente ficou perfeita.Ela será utilizada junto aos formões?
    Osvaldo Ururahy

  2. Osvaldo, até que não deu tanto trabalho assim, se a ferramenta estiver bem afiada o trabalho de tornear fica fácil!!

    Isso mesmo, o macete será para usar junto com os formões.

  3. Parabéns Marcos, belo trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *