Anel de Cabreúva

Depois que finalizei o “Bar do Bikudo” resolvi relaxar um pouco antes de entrar no próximo projeto. Tomando como inspiração o Eduardo Miguel Pardo, resolvi fazer  um anel.

Queria fazer algo rápido, só para entender como funcionava. Perguntei ao Piero a complexidade para por a ideia em prática. “Depende do que você quer inventar”. 

Fui pelo básico e ganhei o meu primeiro projeto no torno. Arrumei um pedaço de Cabreúva e… mãos a obra. Adorei trabalhar no torno e já vieram várias ideias, entre anéis, potes, copos, esferas, garrafas, só viajando…..

Mas olha ai o resultado do “momento relax”.
Adicionar a favoritos link permanente.

4 Comments

  1. Quero um!!!!! bjs, Rê(natinha)

  2. Logo logo farei uma leva, ai te aviso Rê!

  3. Tbem querooooo!!!

  4. Agora já fiz o primeiro, os outros serão mais fáceis!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *